Geral

Só-Lidar

solidariedade

A minha avó  Francisca Alves,  mestra do sertão e de meu ser-tão.

Lidar

É só lidar

Lidar só

Ou não

Seriedade

Ser seriedade

e só

Lidar

É

sólido

Só querer estar

Seriamente

Ir e

Solidi-ficar

E só lidar

Sem solidão

Solidária

Até virar pó

É não estar

Solitária

A dois

A cem

A mil

Acenos

Remendos

Dar aqui

Dar ali

Dar as mãos

Se travestir

De que é bom

Do que é bom

Do que não é

Não

Do perfume de quem oferece

Rosas

E fica sempre um pouco

nas mãos

Partilhar o vinho

Beber da luz

Partir o pão

Pra quem acredita

(Ou não)

Que pode ter fé

Que é sério

Dá pé

É possível

Sorrir

O peito abrir

E se ir

Só lidar

Compor um todo

Solidificar

Como um corpo

Sendo um grão

Porque nada

É

Em vão.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s