Geral

Pra quem teima em ser sereia

Imagem: Paul Cézanne (Sereia )

 

 

Pra quem teima em ser sereia

Nesse mundo sem poesia

Basta ter sorriso largo

Mente leve, mão florida

Morar perto de Janaína

Dançar coco, xote e xaxado

Deixar o redor morto, suado,

Ver paisagem da janela

(Torre gêmea estraga a tela

Mas não tira a esperança)

Ser mulher desde criança

Engabelar o pai machista

Serpentear feito trapezista

Quem ousa o nado empatar

Rosear bochecha pra embelezar

Lábios vermelhos pra se sentir bonita

Saia florida, perfume, blusa de chita

E quem sabe nessa dança

A sereia tenha sorte

Saia do mar vermelha, linda e forte

E arreie de amor que ia pescar…

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s