Geral

Meia-escolha

   Metade de mim: mato Metade: concreto Cidade-campo Rua e deserto Metrópole-selva Em batimentos sincrônicos E desbaratados Fito a relva Sigo pendulando Trôpega  Indecisa Em engarrafamentos de  Formigas Em revoadas de  motos Mato minha mata E respiro concreto (Nada secreto) Parafraseio contratos, Circuitos, estradas, objetos Esbarro em colibris e  Ratos Concretizo a minha mata De… Continuar lendo Meia-escolha

Geral

SOBRE PALAVRAS COM ASAS ou O AMOR EM TEMPOS DE CÓLERA.  “As pessoas hoje tem um pouco de vergonha da ternura”, diria o poeta Thiago de Mello. E é sobre amor, sobre ternura, sobre escolha e sobre tempo que falarei hoje. Mas como começar? O que escolher para falar sobre escolhas? Escrevo essas linhas numa… Continuar lendo

Geral

Sobre Estupro e Hamurabizaçao da Justiça 

Há poucas pessoas mais decepcionadas com o sistema judiciário do que eu. Sempre tive esperança e um respeito principalmente às pessoas conhecidas e queridas que fizeram do direito sua profissão e instrumento digno de trabalho. Elas próprias andam cabisbaixas com a quebra do Estado Democrático de Direito do nosso país. Com a cisão da previsibilidade… Continuar lendo Sobre Estupro e Hamurabizaçao da Justiça 

Geral

MEU RELATO DE PARTO: A CHEGADA DE ANTÔNIO

MEU RELATO DE PARTO: A CHEGADA DE ANTÔNIO Difícil reviver uma experiência de tamanha magnitude e colocá-la depois em palavras. Mas o mundo e principalmente as mulheres merecem esse meu exercício. O dia 21 de outubro de 2015, às 9:43 da manhã mudou minha vida pra sempre. Parir é político sim, é ativismo sim! Para mudar… Continuar lendo MEU RELATO DE PARTO: A CHEGADA DE ANTÔNIO